Tesla enfrenta problemas com produção do Model 3

Tesla enfrenta problemas com produção do Model 3

A Tesla está enfrentando mais problemas do que o esperado na produção de seu sedã elétrico Model 3. A empresa de Elon Musk, que até agora vinha ganhando cada vez mais crédito no mercado, especialmente no financeiro, já não está mais com o mesmo brilho de antes. A questão é que a montadora não cumpriu promessas relativas ao novo produto, o que está jogando por terra a credibilidade da companhia.
Musk havia prometido uma evolução rápida na produção do Model 3, que deveria ter cumprido uma meta de 1.500 carros no terceiro trimestre de 2017, mas apenas algo entre 220 e 260 realmente teriam sido feitos no período. Diante de mais uma promessa quebrada, os investidores iniciaram uma pressão sobre a Tesla e isso se refletiu diretamente nas ações da montadora, que caíram 7% na última semana. As perdas de US$ 619 milhões no último trimestre são as maiores de sua história. No período anterior, a empresa lucrou US$21 milhões.
Para a Tesla, além disso, outro problema será o possível fim do bônus federal de US$ 7.500 para carros elétricos, proposto pelo governo Trump. Se isso acontecer, haverá um impacto ainda maior nas vendas da Tesla e, em especial, no Model 3. Mas por que a empresa até agora não conseguiu cumprir a meta de produção? De acordo com a montadora, faltam bancos, display central (misto de cluster e infotainment) e outras partes do veículo.

Fonte: noticiasautomotivas

2017-11-07