Mustang GT500 deve ganhar motor V8 Predator com mais de 650 cv

Mustang GT500 deve ganhar motor V8 Predator com mais de 650 cv

O Mustang GT Premium está chegando ao mercado brasileiro com preço de pré-venda de R$ 299.900. O bólido da Ford surge no final de 2017 como sensação para 2018, onde baterá de frente com o Chevrolet Camaro SS. No entanto, seu o muscle car com motor V8 5.0 Coyote entrega ótimos 466 cv, imagine algo mais poderoso que isso.
Sim, há duas opções mais fortes que o GT Premium, mas elas são desenvolvimentos da Shelby, com o uso do motor V8 5.2 Voodoo, que nos GT350 e GT350R entrega 533 cv. Mas, a Ford estaria desenvolvendo um novo motor para um Shelby GT500 atualizado. Esse motor seria sobrealimentado e deverá equipar o superesportivo nos próximos anos.
Batizado de Predator, segundo relatório do fórum Mustang6g, o novo propulsor faz parte de um programa de desenvolvimento de motores da Ford para o ano de 2020. Mas, isso foi descoberto através de uma lista de óleos lubrificantes que são usados nos distribuidores Ford para cada tipo de motor.
A lista aborda os lubrificantes do GT350 e do GT500 “supercharger” no relatório classificado como “confidencial”. Além disso, outro membro do Mustang6g revelou imagens do sistema de freios Brembo com discos perfurados, indicando que a performance do próximo GT500 Supercharger será definitivamente elevada. Não se sabe a potência ainda, mas provavelmente não deve ficar abaixo de 650 cv, a fim de bater de frente com o Camaro ZL1 e tentar a sorte contra o Challenger SRT Hellcat.
Aqui no Brasil, a Ford vai explorar bem a disputa de poder com a Chevrolet, começando por um preço bem competitivo: R$ 299.900. O cupê já teve apresentação pomposa no Jockey Club de São Paulo com direito à rapel de helicóptero e corrida de cavalos, bem como pré-venda diferenciada e atendimento especial para os futuros proprietários, que farão parte de um grupo exclusivo, com direito a participar de diversas promoções e atividades promovidas pela Ford.
A diferenciação no tratamento dos clientes sem dúvida tem como um dos alvos a rival americana, que comercializa o Chevrolet Camaro desde a geração anterior no Brasil. Além disso, com a fama do Mustang por aqui, a Ford passa a ter mais do que um carro de imagem. Por ora, a marca colocará no mercado a versão GT Premium V8 em carroceria cupê, mas assim como a GM, pode futuramente disponibilizar também o conversível.
Com essa dupla, agora só resta à FCA aceitar o desafio com o não menos famoso Dodge Challenger com motor HEMI V8 6.4 de 492 cv, que poderia até chegar nas versões R/T (historicamente ligada ao Charger dos anos 70), T/A ou SRT, por exemplo.
Fonte: noticiasautomotivas

2017-12-28