Projeção: Volkswagen Polo 2018 em versão aventureira

Projeção: Volkswagen Polo 2018 em versão aventureira

Com o fim do CrossFox, a Volkswagen não tem no momento um sucessor para o hatch aventureiro, que durante muitos anos foi oferecido no Brasil, onde também teve a companhia do Gol Rally e do mais simples Track. Agora, apenas o Fox Extreme promete algo relacionado com o tema.
No entanto, com vistas a ser o carro mais vendido da marca, o Polo 2018 se converte em uma plataforma para futuras versões que podem empolgar muita gente e também servir de alternativa ao mais caro T-Cross, que de fato será um SUV compacto. Então, como seria o novo hatch da Volkswagen em versão aventureira?
A projeção do designer Kleber Silva, publicada em sua página no site Behancé, revela como o Volkswagen Polo 2018 poderia chegar ao mercado nacional com uma opção alusiva ao fora de estrada. Ele mesmo define o projeto como Volkswagen Polo Alltrack, mas na Europa poderia ser chamado também de CrossPolo, em substituição ao antigo, tornando-o um rival direto do Ford Fiesta Active 2018, a nova geração do compacto europeu.
Como se trata do modelo brasileiro, o Volkswagen Polo Alltrack de Kleber apresenta o conjunto ótico de dupla parábola do hatch feito na Anchieta, assim como a grade com friso único e extensão da pintura da carroceria. Mas, a frente recebe um para-choque mais volumoso com grade colmeia e faróis de neblina maiores, bem como friso em cinza e protetor central de mesma tonalidade.
Esse conjunto vem ainda com apliques plásticos na base, que se estendem para as saias de rodas e base das portas, onde outro aplique em cinza pode ser visto. Na traseira, o Volkswagen Polo Alltrack recebe para-choque com a parte inferior em plástico, bem como aplique central em cinza e duas saídas de escape cromadas.
O visual geral ficou interessante e bem próximo do que eventualmente pode ser aplicado ao Volkswagen Polo 2018 na realidade. Mas, se este aventureiro surgir das linhas da Anchieta, ele provavelmente terá alguns itens a mais no visual, entre eles a introdução de LEDs diurnos como na versão Highline, porém, estes podem ser exclusivo da versão.
Além disso, a suspensão poderia ser elevada em alguns centímetros, enquanto os pneus até poderiam ser os de uso misto, mas se o compromisso for mais urbano, então nem deve haver mudança nesse sentido. Do escape, o mais provável seria um escape duplo cromado no lugar de bocas separadas, por conta de custo e reengenharia da parte traseira, se necessário. E, por fim, as barras longitudinais no teto.
Com interior dotado de padronagem exclusiva para bancos e portas, assim como tonalidade diferenciada no painel e demais revestimentos, o Volkswagen Polo Alltrack, Cross ou Rally, seja qual nome for aplicado, poderia oferecer como atrativo o motor 1.0 TSI com transmissão manual de cinco marchas, algo que evitaria qualquer confronto direto com o Polo GTS, já confirmado pela VW e que deve chegar com opção manual para os mais exigentes. Ele pode tanto usar o 1.0 TSI de até 128 cv quanto o 1.4 TSI de 150 cv, que realmente daria ao carro uma performance muito superior.
Fonte: noticiasautomotivas

2018-01-02