Kia Ceed 2018: teaser confirma estilo agressivo e mudança de nome para Europa

Kia Ceed 2018: teaser confirma estilo agressivo e mudança de nome para Europa

Cee´d agora será Ceed. Essa é uma das mudanças no hatch médio que a Kia Motors pretende mostrar ao público europeu no Salão de Genebra, em março. Com estilo agressivo e inspirado no Stinger, o modelo já foi visto sem camuflagem na Coreia do Sul e surpreendeu pela frente larga e visual intimidador.
O mesmo pode ser notado no esboço oficial do Kia Ceed 2018, que revela um conjunto ótico de LED com luzes diurnas em posição semelhante ao do novo Kia Cerato 2019 nos EUA, que em breve chegará ao Brasil. Com linhas mais musculosas e melhora perceptível na aerodinâmica, o hatch médio deve chegar ao mercado europeu acompanhado da versão perua, devido ao desejo do consumidor local.
No entanto, o Kia Ceed 2018 abre uma série de especulações sobre o que seria o conceito Proceed, visto em Frankfurt. Alguns apostam em uma perua de alta performance, mas em tamanho compacto, enquanto outros acreditam que possa surgir um crossover dedicado a bater o Nissan Qashqai, líder de seu segmento no continente. A versão familiar do hatch já foi vista em testes por lá e segue as linhas tradicionais.
O Kia Ceed 2018 terá um papel importante para a marca na Europa, visto que é o principal produto num continente que absorve muitos hatches, sendo que o líder em vendas no geral é o Volkswagen Golf. Para bater o best seller alemão, a Kia Motors terá de brigar muito com um produto com ampla gama de motores e um hot hatch compatível para a missão, assim como a Hyundai fez com o i30N. De qualquer forma, melhor ou pior, será o consumidor o fiel da balança.
No mercado global, a Kia Motors apostava anteriormente em uma versão hatch do Cerato, que pouco contribuiu para as vendas da marca, tanto que esta continua em queda nos EUA e tem posição pouco satisfatória na China. Mesmo se a marca quiser globalizar o Kia Ceed 2018, o mercado americano já não é o mesmo e qualquer proposta desse tipo irá fracassar, vide a suposta partida do Golf mexicano e a ausência do Mercedes-Benz Classe A 2019 nos EUA. Até o Focus vai dizer adeus aos states e não seria estranho o Cruze fazer o mesmo.
De qualquer forma, a China ainda é o maior mercado do mundo e parece haver espaço para qualquer outro segmento por lá, exceto conversíveis. Com a retomada das peruas naquele país, o Kia Ceed 2018 poderia encontrar um lugar ao sol, junto com o hatch. Também não seria nada ruim este último chegar ao Brasil, pena que nosso mercado também está cortando os hatches médios…

Fonte: noticiasautomotivas

2018-02-08