Audi Q1 deve usar MQB A0 em 2020 e pode ser opção para o mercado brasileiro

Audi Q1 deve usar MQB A0 em 2020 e pode ser opção para o mercado brasileiro

De acordo com a revista inglesa Auto Express, a Audi está preparando a chegada de um crossover abaixo do atual Q2. O chamado Audi Q1 deverá ampliar o acesso de marca de luxo ao mercado de utilitários esportivos e pode ser opção para produção no mercado brasileiro. O produto deverá se beneficiar do desenvolvimento do próximo A1, que deve ser apresentado em breve.

A marca alemã quer surfar no segmento que mais cresce no mercado mundial e para isso usará o sucesso que o compacto A1 tem atualmente na Europa, onde emplaca em torno de 100 mil exemplares por ano. Bram Schot, diretor de vendas e marketing da Audi, diz: “Você não pode ignorar a tendência do SUV; a questão é quão amplo e profundo nós fazemos o programa com SUVs?”

O executivo também responde a questão: “Dependendo das oportunidades de negócios, decidimos sobre o portfólio futuro de produtos. Mas não se surpreenda se em dois ou três anos você ver o carro, enquanto tentamos reagir rapidamente aos mercados”. Então, podemos esperar por um irmão dos Seat Arona e Volkswagen T-Cross, montados na MQB A0 e com 2,56 m de entre-eixos.

Também o Audi Q1 deve utilizar motores 1.0 TFSI de 115 cavalos e o 1.5 TFSI de 130 ou 150 cavalos numa versão mais potente, bem como diesel 1.6 TDI com 110 cavalos. O câmbio pode ser manual de cinco marchas e DSG de sete marchas, mas essa configuração deve mudar de acordo com o mercado onde atuar. No entanto, um ponto importante é o tamanho. O Audi Q2 mede 4,19 m de comprimento e tem 2,60 m de entre-eixos. Se o Q1 seguir seus irmãos de VW e Seat, ele teria 4,15 m e 2,56 m. Ou seja, haverá conflito. Mas, o Q2 L poderia substituir o atual com entre-eixos maior e foco mais acima.

Caso a Audi defina seu plano estratégico para o mercado brasileiro, o Audi Q1 poderia ser uma opção interessante para ficar na casa dos R$ 100 mil, ocupando o lugar que seria do Q2, ficando abaixo do Q3, que também ganhará nova geração nos próximos meses. Em termos técnicos, a produção brasileira dos modelos Audi Q1 ou Q2 pode ser executada sem grandes problemas em São José dos Pinhais-PR, onde a Volkswagen vai produzir o T-Cross e faz atualmente o Audi A3 Sedan. Aliás, a próxima geração do Q3 deve ser feita também na planta paranaense, que ganhará importância na estratégia de SUVs do grupo Volkswagen na região.

2018-04-02