Buick Excelle 2019 é lançado na China como opção de entrada.

Buick Excelle 2019 é lançado na China como opção de entrada.

Parece um carro de luxo, mas não é. O Buick Excelle 2019 surge como mais uma atualização do produto que originalmente foi vendido como Daewoo Lacetti e adaptado para o mercado chinês. Mas, a geração desse modelo sul-coreano da GM, feito por lá pela SAIC, durou até 2016. De lá para cá, uma nova geração com a mesma proposta foi adotada e agora com mais uma mudança.

Com 2,7 milhões de unidades vendidas na China desde 2003, o Buick Excelle é a principal arma da GM China para manter os emplacamentos em alta no país. Diferentemente do que acontece nos EUA, a marca americana é a mais popular da montadora americana por lá, tanto é que no começo dos anos 2000, nosso conhecido Chevrolet Corsa Sedan, depois Classic, foi vendido como Buick Sail. De acordo com a SAIC-GM, este Buick Excelle 2019 é totalmente novo e não herda nada do anterior, tendo um design mais marcante e carroceria com desenho equilibrado. Nessa nova plataforma, o sedã apresenta 2,611 m de entre-eixos, que é 11 mm maior que a anterior, ele é ainda menor que o Excelle GT, que é outro carro (foto acima). Este último é um equivalente ao Opel Astra e utiliza a plataforma D2XX do Cruze, mas ostenta o mesmo nome do best seller chinês.

Aliás, a família Excelle ainda conta com o hatchback XT e a perua GS (abaixo), todos baseados na plataforma do Cruze e mais caros que este novo sedã que está sendo apresentado. Por ora, não sabe de fato se essa plataforma do Buick Excelle 2019 é a nova base que a GM pretende construir os próximos carros compactos globais da Chevrolet na China e no Mercosul. A nota oficial da Buick é bem resumida e diz apenas que a mudança de geração em seu sedã popular se deu para atrair os consumidores jovens no país, que são a força que move o maior mercado do mundo. No visual, o Excelle 2019 agrega conjunto ótico com LEDs diurnos em forma de bumerangue, bem como faróis duplos, grade estilizada e faróis de neblina. O interior do modelo não foi revelado, mas pelo que se pode ver de modo geral, o produto serviria bem como uma próxima geração do Cobalt, por exemplo, já que mede 4,468 m de comprimento e 1,765 m de largura, medidas parecidas com as do sedã brasileiro.

A SAIC-GM também não revelou a motorização, mas o Ministério da Indústria e Tecnologia revelou anteriormente que o Buick foi registrado no mercado chinês com um motor 1.3 de 107 cavalos, também de origem Daewoo, e a nova linha Ecotec Turbo com uma versão 1.0 de três cilindros que entrega 125 cavalos e 17,3 kgfm, que serve perfeitamente para as aspirações do Excelle 2019. O câmbio pode ser manual ou CVT.
Fonte: noticiasautomotivas

2018-05-09