Montadoras alertam Trump para alta de US$ 5,8 mil em custo por veículo com imposição de tarifas nos

Montadoras alertam Trump para alta de US$ 5,8 mil em custo por veículo com imposição de tarifas nos

Montadoras de automóveis declaram nesta terça-feira (27) que uma ameaça dos Estados Unidos de impor uma tarifa de até 25% sobre veículos importados custaria aos consumidores norte-americanos US$ 45 bilhões de dólares por ano, ou US$ 5,8 mil por veículo.

A Aliança de Fabricantes de Automóveis, um grupo que representa General Motors, Toyota Motor, Volkswagen e outras grandes montadoras, vai apresentar comentários escritos ao Departamento de Comércio dos EUA no final desta semana, disse a porta-voz Gloria Bergquist.

"Em todo o país, essa tarifa atingiria os consumidores norte-americanos com uma taxa de quase US$ 45 bilhões, com base nas vendas de automóveis de 2017. Isso anularia em grande parte os benefícios da reforma tributária (aprovada no final do ano passado)", disse Bergquist, antecipando os comentários.

Os consumidores também enfrentariam custos mais altos de autopeças importadas quando comprassem veículos de montadoras norte-americanas e estrangeiras, disse a porta-voz.

Além de ameaças às montadoras de carros, Trump também fez sevéras críticas a Harley-Davidson, após a empresa dizer que terá de produzir fora dos Estados Unidos para vender produtos competitivos na Europa.

Custo de 'centenas de empregos'
As montadoras também declararam que a medida de Trump custará centenas de milhares de empregos, elevará drasticamente os preços e ameaçará os gastos do setor com carros autônomos.

"Essas tarifas elevariam os preços para os consumidores americanos, limitariam suas escolhas e suprimiriam as vendas e a produção de veículos dos EUA", continuou.

O grupo acrescentou: "Em vez de criar empregos, essas tarifas resultariam na perda de centenas de milhares de empregos nos Estados Unidos, produzindo e vendendo carros, SUVs, caminhões e autopeças".

Ameaça de Trump
Na sexta-feira, Trump ameaçou impor uma tarifa de 20% sobre todas as importações de carros montados na UE. Na terça-feira, o presidente norte-americano disse que as tarifas estão chegando em breve.

"Estamos finalizando nosso estudo de tarifas sobre carros da UE, na medida em que há muito se aproveitam dos EUA na forma de barreiras comerciais e tarifas. No final, tudo será equilibrado - e não demorará muito tempo!", escreveu Trump no Twitter.

Trump fez das tarifas parte fundamental de sua mensagem econômica e tem criticado o déficit comercial da área automotiva dos EUA, particularmente com Alemanha e Japão. Alguns assessores sugeriram que o esforço é uma forma de tentar pressionar Canadá e México a fazerem mais concessões nas negociações para renegociar o Acordo de Livre Comércio da América do Norte.

Fonte: G1 Carros

2018-07-09