McLaren 720S ganha versão roadster, com teto rígido

McLaren 720S ganha versão roadster, com teto rígido

A McLaren acaba de ampliar sua linha de automóveis de passeio com o lançamento do 720S Spider

Seguindo as pegadas do cupê, o roadster traz a conhecida dianteira do modelo fechado, mas muda a partir da coluna dianteira. O 702S Spider é dotado de um teto rígido retrátil, feito de fibra de carbono.

A marca garante que o teto, elétrico, tem o sistema de operação mais rápido entre os supercarros. De acordo com a McLaren, ele pode abrir ou fechar em apenas 11 segundos, em velocidades até 50 km/h.

Para uma experiência ainda mais exclusiva, é possível adquirir opcionalmente o teto de vidro (no lugar da fibra de carbono). Nesse caso, ele possui um dispositivo eletrocrômico que varia do transparente ao escuro a um toque de botão. O sistema escurece automaticamente quando o motor é desligado.

Além do teto high-tech, o 720S Spider vem equipado com espoiler traseiro ativo, capaz de se ajustar automaticamente dependendo de o teto estar aberto ou fechado.

Da mesma forma como os demais automóveis da McLaren, o 720S Spider tem carroceria de fibra de carbono, leve e extremamente rígida. Por causa disso, a marca garante que não foi necessário reforçar a estrutura, para compensar eventuais perdas de rigidez com a ausência do teto.

Mesmo assim, a empresa adicionou suportes para proteção em caso de capotamento. O modelo conversível pesa 1.332 kg, apenas 49 kg a mais que o cupê.

Motor 4.0 V8 biturbo
O modelo é equipado com motor 4.0 V8 biturbo de 720 cv de potência e 78,4 mkgf de torque. Ele vai conectado a um câmbio sequencial de sete marchas. Com o conjunto, a marca declara que o 720S Spider é capaz de acelerar de 0 a 96 km/h (0-60 milhas/hora) em 2,8 segundos e de 0 a 200 km/h em 7,9 segundos.

A fabricante declara duas velocidades máximas: 341 km/h com teto fechado e 325 km/h com ele recolhido. O modelo recebeu rodas de liga leve exclusivas e pneus.

Em alguns países, o modelo já pode ser encomendado, e as primeiras unidades têm previsão de entrega para março do ano que vem. Os preços partem £ 237 mil (R$ 1,18 milhão) no Reino Unido.

Fonte: Jornal do Carro

2018-12-12