Caoa Chery Arrizo 5 aposta em turbo e equipamentos contra Virtus e Cronos

Caoa Chery Arrizo 5 aposta em turbo e equipamentos contra Virtus e Cronos

Auto+ mostra os detalhes do sedã que é uma das principais apostas da marca sino-brasileira; assista A marca chinesa Chery não disfarça seu empenho em conquistar de vez a confiança do brasileiro. E isso pôde ser facilmente notado pelos importantes lançamentos feitos pela marca no segundo semestre de 2018, um sinal claro da força conquistada depois que o grupo Caoa assumiu a operação da Chery no Brasil. Um dos representantes desta nova fase é o novíssimo sedã Arrizo 5, apresentado durante o Salão do Automóvel de São Paulo de 2018, em novembro, como mostra a vídeo-reportagem de Benê Gomes, do Programa Auto+.
É um modelo cheio de atributos e quequer incomodar concorrentes de peso, como o Volkswagen Virtus e Fiat Cronos. Custar R$ 65.990 na versão de entrada RX e R$ 72.990 na mais completa, a RXT. Com 4,53 m de comprimento e 2,65 m de entre-eixos, ele é um pouco maior que o Virtus só no comprimento. Mas o forte dele é o motor é 1.5 turboflex de quatro cilindros em linha, 16 válvulas e comando variável, capaz de render 150/147 cavalos (etanol/gasolina) e 19,4 kgfm de torque (com os dois combustíveis), desde 1.500 rpm. O câmbio é sempre CVT.

E, claro, a linha de equipamentos: de série faróis e lanternas em LED; chave keyless (que reconhece o motorista para abertura das portas e ignição do motor por sensores de proximidade); computador de bordo no quadro de instrumentos com tela digital de 3,5 polegadas; ar-condicionado; sistema de monitoramento de pressão dos pneus; direção com assistência elétrica; sistema multimídia com tela tátil de sete polegadas com espelhamento de Android e iOS (mas sem Android Auto e CarPlay); controlador automático de velocidade; volante multifuncional; sensores de estacionamento acompanhados de câmera de ré; controle de tração e estabilidade e freio a disco nas quatro rodas, que são de liga leve aro 16, além dos obrigatórios freios com ABS e duplo airbag.

Fonte: Carros Uol

2019-01-07