As tecnologias de segurança nas motos

As tecnologias de segurança nas motos

As motos estão cada vez mais equipadas com sistemas de segurança que atuam nas rodas, acelerador, freios e até suspensão em caso de emergência. Outras auxiliam na forma de conduzir do motociclista e corrigir possíveis erros. Vamos conhecer essas tecnologias:

RBW (Ride-by-wire): acelerador eletrônico
É o fim do sistema de acionamento do acelerador via cabo. Possui um potenciômetro na manopla de aceleração, que informa a ECU (Engine Control Unit) sobre a variação e posicionamento do acelerador. Os dados são analisados pela central, que comanda o sensor de posição da borboleta, abrindo e fechando quando necessário.

TCS (Traction Control System): sistema de controle de tração
Com sensores nas rodas, fica possível determinar a diferença de velocidade entre a roda dianteira e a traseira, que seria a deslizante. Fazendo uma comparação de dados, a ECU realiza o retardamento da ignição para que a moto possa recuperar a tração.

MSC (Motorcycle stabilty control): controle de estabilidade
Com ele, o motociclista pode frear e acelerar, na estrada ou na cidade, sem perder o desempenho dinâmico da motocicleta, mantendo a moto na posição desejada. Fazendo análises como a velocidade da roda, ângulo de inclinação, aceleração, frenagem de pressão, entre outros, os sensores passam todas as informações para a ECU, que é responsável por comandar o sistema de freios antitravamento (ABS) e o controle de tração.

RLM (Rear wheel lift mitigation): antielevação da roda traseira
Esta tecnologia evita que haja o levantamento indevido da roda traseira em caso de uma frenagem de emergência, o que desestabilizaria a moto e dificultaria a frenagem. Mais conhecido como RL, o sistema pode atuar por meio do ABS nas rodas dianteiras, aliviando a força exercida pelo freio.

IMU (inertial mesurement inut): unidade de medição inercial
O sistema utiliza o uso de giroscópios e acelerômetros para analisar a movimentação do veículo em várias direções, como inclinação, guinada e aceleração. Com as informações transmitidas para a ECU, os demais sistemas entram em ação para controlar a moto.

2019-04-29