GM confirma desenvolvimento de picape elétrica nos EUA.

GM confirma desenvolvimento de picape elétrica nos EUA.

A General Motors já está com decisão firme de entrar de cabeça no mercado de carros elétricos, tendo começado pelo Bolt e em breve ampliando sua linha com o crossover Bolt EUV. No entanto, os planos do gigante de Detroit vão mais além de envolvem uma nova plataforma para atender pelo menos 10 modelos diferentes, de acordo com Mark Reuss, presidente da empresa.

Reuss confirmou que haverá uma linha de produtos elétricos e entre eles haverá uma picape, mas não deu detalhes sobre o porte que ela terá. Essa nova base global de carros elétricos não tem relação com a Rivian, cuja aquisição por parte da GM era considerada, mas com a entrada da Ford no negócio da startup, assim como da Amazon, a montadora decidiu se retirar.

Reuss explica que a plataforma comum proporcionará enorme economia em termos de custo de produção e desenvolvimento de produto, mesmo no caso de uma picape eletrificada. Ele disse: “Essa arquitetura é a tela na qual vamos pintar um programa EV lucrativo”.

Ele exemplificou como essa arquitetura atuará: “Podemos construir tudo nesta plataforma a partir de apenas três unidades de tração: tração dianteira, tração traseira ou tração integral.” Pela descrição, essa plataforma terá baterias planas ou em uma configuração presa ao assoalho com apenas motores elétricos em cada eixo, algo semelhante ao que Rivian e Tesla fazem.

A GM revelou a parceria técnica com a empresa Reston para o processo industrial de uma gama elétrica e a Bechtel para instalação de uma rede nacional de recarga elétrica. No entanto, em relação ao custo, Reuss aponta que o maior problema no momento é o elevado preço pago por kWh nas baterias de lítio para veículos.

Hoje isso está em US$ 230/kWh e diz que o ideal é alcançar US$ 100/kWh, o que permitirá aos carros elétricos terem o mesmo custo de produção e preço dos carros comuns.
Fonte: noticiasautomotivas

2019-06-15