Mercedes-Benz GLB estreia no Brasil em 2020.

Mercedes-Benz GLB estreia no Brasil em 2020.

A Mercedes-Benz apresentou nos EUA a versão final do GLB, SUV compacto que terá capacidade para até sete ocupantes. Apesar da plataforma modular compacta, o utilitário esportivo ficará posicionado dentro da gama Mercedes entre o GLA e o GLC e se destaca pela ampla cabine e o bom nível de versatilidade interna. O conceito havia sido apresentado na China há aproximadamente dois meses, mas agora conhecemos a carroceria definitiva do SUV.

Segundo a Mercedes, o GLB será produzido na China (apenas para abastecer a demada do país) e no México, sendo que é de lá que ele será importado para o Brasil a partir de 2020, como a Mercedes confirmou ao Autoo. O GLB definitivo, como era esperado, preservou vários elementos do conceito revelado anteriormente e lembra muito os SUVs maiores da marca, com algumas formas arredondados nos cantos da carroceria. O capô é curto, uma vez que o GLB adotará em grande parte motores 4 cilindros, mas seu posicionamento mais alto, traço típico de um SUV, confere imponência ao modelo. Os faróis, também com formatos arredondados, possuem um grande detalhe em LED para rodagem diurna. As lanternas também utilizam o mesmo tipo de iluminação. Interessante destacar o estilo geral do GLB, que se apoia em uma carroceria mais quadrada para favorecer e ampliar o espaço interno.

A lateral não tem muitas surpresas, a não ser pelas caixas de roda avantajadas. O carro tem 4,62 metros de comprimento, 1,82 m de largura e 1,65 m de altura. O entre-eixos é de 2,83 m, proporcionando ótimo espaço interno. O porta-malas também é generoso, com 560 litros de capacidade quando apenas duas fileiras de assentos são utilizadas.

No interior ele segue o DNA da marca e traz painel que se une à tela multimídia com sistema MBUX, com inteligência artificial que responde a comandos de voz. O acabamento, pelo menos nas imagens (clique na foto principal para ampliar e acessar a galeria), parece seguir o padrão da marca, com tudo em seu devido lugar e adotando uma escolha criteriosa de materiais e tecidos.

A versão topo de linha, chamada GLB 250, conta com motor 2.0 turbo de 224 cv de potência e 35,7 kgfm de torque, realizando a prova de 0 a 100 km/h em apenas 6,9 segundos. Este motor é acoplado a um câmbio automático de dupla embreagem e oito marchas. Já o GLB 200 tem motor 1.3 turbo desenvolvido em parceria com a Renault capaz de entregar 150 cv e 25,4 kgfm de torque. Com ele sob o capô, o GLB leva 9,1 segundos para ir de 0 a 100 km/h.

O modelo mais potente terá opção de tração integral 4Matic e o torque distribuído nas quatro rodas será direcionado de acordo com o modo de condução selecionado. No Eco a relação fica em 80% na dianteira e 20% na traseira. Já no Sport a relação é 70% na frente e 30% atrás. Quando é necessário trafegar em terrenos sem pavimentação (Off-Road) a tração fica igualmente dividida entre os eixos.

O novo Mercedes-Benz GLB concorrerá com modelos como o Land Rover Discovery Sport entre outros SUVs compactos premium com capacidade para transportar até 7 pessoas.
Fonte: autoo

2019-06-16