México: Tarek é confirmado para produção em Puebla no final de 2020.

México: Tarek é confirmado para produção em Puebla no final de 2020.

Com o fim do Fusca em Puebla, anunciada nesta quarta-feira (10), a Volkswagen não perdeu tempo em confirmação um novo produto para a famosa fábrica da montadora alemã no México. O Tarek foi confirmado para produção no local até o final de 2020. A informação foi feita por Steffen Reiche, presidente da empresa no país.

O alvo do Tarek mexicano é o mercado norte-americano, onde a Volkswagen aguarda pelo SUV para ocupar a vaga que foi do Tiguan Limited, que era a geração anterior do utilitário esportivo. Vendido atualmente na China, mas como Tharu, o novo produto será um anti-Compass e deverá ser produzido também na Argentina, em General Pacheco.

No entanto, essa produção só deve ocorrer em 2021. Com 4,453 m de comprimento, 1,841 m de largura, 1,632 m de altura e 2,680 m de entre eixos, o Tarek é feito sobre a plataforma modular MQB-A1 e na China utiliza motores 1.2 TSI de 110 cavalos, 1.4 TSI com 150 cavalos e 2.0 TSI com 220 cavalos, além de câmbio manual ou DSG de sete marchas.

Além do Tarek, a Volkswagen prepara ainda um crossover compacto abaixo do T-Cross. Esperado com o nome de T-Sport, o modelo será baseado na plataforma modular MQB-A0 e com entre-eixos igual ao do Polo, ou seja, com 2,56 m. No entanto, o produto poderá ser feito nas fábricas da Anchieta, no ABC Paulista, e a planta de Taubaté, no Vale do Paraíba.

Esse crossover será importante para ser a opção de acesso da VW abaixo do T-Cross, aproveitando a demanda por crossovers e SUVs no mercado brasileiro. Com Tarek e T-Sport, a marca alemã ainda poderá ter um terceiro produto, que pode receber o nome Taos, registrado aqui no Brasil.

Este poderá ser outro SUV ou mesmo o nome de produção da Tarok, a picape cabine dupla que rivalizará com a Fiat Toro. A produção dela ocorrerá por volta de 2022, na Argentina.
Fonte: noticiasautomotivas

2019-07-13