Vendas de veículos caem 24% no bimestre, afirma Fenabrave

Vendas de veículos caem 24% no bimestre, afirma Fenabrave

As vendas de veículos sofreram retração de 24,01% no primeiro bimestre do ano, informou nesta terça-feira, 1º, a Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores. Em comparação com os dois primeiros meses de ano passado, o mercado vendeu 159,2 mil unidades a menos, com um total de 503.958 emplacamentos entre veículos e utilitários leves, motocicletas, caminhões, ônibus e implementos rodoviários.

O desempenho do segmento no mês de fevereiro, que totalizou 243 mil vendas, também deixou as concessionárias no vermelho. Houve retração de 6,83% com relação a janeiro – naquele período foram licenciadas 260,8 mil unidades. Na comparação com o mesmo período do ano passado (290.193 unidades), a queda foi de 16,24%.

Leia também: Aumenta o calote em financiamentos de veículos

A entidade avalia que o mês de fevereiro afetou o segmento por conta do menor número de dias úteis – foram 18 contra 20, em janeiro. Mesmo assim, a média de emplacamentos por dia útil no mês passado, de 13,5 mil unidades, superou as 13 mil de janeiro. “Apesar da retração registrada em dias corridos, vale ressaltar que, em fevereiro, na comparação dos dias úteis, foi observada uma alta de 3,52% nos emplacamentos, com relação ao mês anterior. Este crescimento é importante, ainda que já esperado, pois o mês de janeiro é, historicamente, prejudicado pelas antecipações de compras realizadas em dezembro e pelas despesas escolares e decorrentes de impostos no início do ano”, comentou o presidente da Fenabrave, Alarico Assumpção Júnior.

Ainda que o resultado seja positivo na média de vendas diárias, a Federação tem 

poucas expectativas com o cenário para 2016, que deve se manter negativo no acumulado de 12 meses. “Os fatores prevalecem os mesmos já mencionados anteriormente, como a baixa atividade econômica, atrelada à alta da inflação, alto índice de endividamento das famílias, aumento do desemprego e a consequente perda de confiança da população”, argumentou Assumpção Júnior.

No volume geral, os segmentos de automóveis e comerciais leves apresentaram retração de 5,09%, totalizando 142.068 unidades em fevereiro, contra 149.680 em janeiro. Se comparado com fevereiro do ano passado (178.799 unidades), o resultado aponta uma queda de 20,54%. No bimestre, esses segmentos caíram 30,98% se comparados a igual período de 2015.

Fonte: radarnacional

2016-03-02