Citroën C3 1.2 PureTech estreia com preço inicial de R$ 46.490.

Citroën C3 1.2 PureTech estreia com preço inicial de R$ 46.490.

A Citroën está apresentando à imprensa nesta segunda-feira, 20, o novo C3 1.2 PureTech. O modelo passa a ser equipado com o mesmo conjunto mecânico já disponível no “primo” Peugeot 208, sendo um dos carros mais econômicos à venda no mercado nacional testados pelo Inmetro. A novidade já está disponível nas concessionárias, nas versões Origine, Attraction e Tendance, com preços a partir de R$ 46.490, e substitui o antigo propulsor 1.5 litro flex. O novo motor do Citroën C3 é dotado de três cilindros, 12 válvulas (quatro por cilindro), sistema de partida a frio com aquecimento de combustível no injetor, duplo comando de válvulas variável, correia banhada a óleo, bomba de óleo variável, sistema de arrefecimento dividido entre bloco e cabeçote e coletor de escapamento integrado ao cabeçote. Além disso, após mais de 40 mil quilômetros rodados, o propulsor passou por uma série de alterações em relação a unidade europeia, com direito a pistões reforçados para o uso do etanol; adoção de anéis de 1,2 mm de espessura para favorecer a redução de atrito e o menor consumo de combustível; bloco com mancais reforçados e com sistema de arrefecimento de pistões; bronzinas reforçadas; e cabeçotes com sedes de válvulas reforçadas para utilização com etanol e válvulas de admissão reforçadas. Há ainda nova eletroválvula de canister adaptada para uso com etanol, chicote de motor específico para o motor Flex, adaptado para o sistema de partida a frio; presença de coxins hidráulicos de motor e caixa de câmbio, minimizando vibrações e ruídos; alterações na admissão de ar do motor, para um menor ruído e maior desempenho; nova linha de escapamento; calibragem de software motor e cartografia de pedal de acelerador específicas; e acerto específico do conjunto de embreagem. Este bloco consegue gerar 84 cavalos de potência com gasolina e 90 cv com etanol, e torque de 12,2 kgfm e 12,9 kgfm, respectivamente, abaixo de 3.000 rpm. O câmbio manual de cinco marchas também passou por mudanças, com redução de 9% no diferencial em comparação com o C3 europeu. O C3 PureTech entrega consumo de 10,6 km/l na cidade e 11,3 km/l na estrada com etanol e 14,8 km/l e 16,6 km/l, respectivamente, com gasolina. De acordo com a marca, o carro apresenta uma economia de combustível e diminuição de emissões de até 32% em trânsito urbano quando comparado ao C3 1.5 anterior. A versão Origine do carro custa R$ 46.490 e dispõe de airbags frontais, freios ABS, direção elétrica, ar-condicionado, vidros, retrovisores e travas elétricas, computador de bordo, banco do motorista com regulagem de altura, entre outros. Já a intermediária Attraction, por R$ 49.990, acrescenta sistema de áudio com rádio AM/FM, Bluetooth com entrada USB, rodas de liga leve, faróis de neblina, vidros com acionamento elétrico nas quatro portas e luzes diurnas em LED. Como opcional, há central multimídia com tela sensível ao toque e sistemas MirrorLink, Apple CarPlay e Android Auto, pelo valor de R$ 1.850, incluindo também ar-condicionado digital. Por fim, o C3 Tendance, oferecido por R$ 52.690, inclui para-brisa Zenith, alarme e sensor de estacionamento traseiro. O sistema multimídia também é ofertado como opcional, assim como o ar-condicionado digital, ambos por R$ 1.850. O Citroën C3 PureTech possui 3 anos de garantia contratual e 6 anos de garantia anticorrosão perfurativa e conta também com o Plano de Revisão a R$ 1 Por Dia, com revisões de 10.000, 20.000 e 30.000 km a preços fixos de R$ 365.
Fonte: noticiasautomotivas

2016-06-21