Mercedes-Benz apresenta ônibus urbano autônomo

Mercedes-Benz apresenta ônibus urbano autônomo

A maior fabricante de ônibus do mundo, a Daimler Buses, constantemente aumenta sua liderança tecnológica. Isso está novamente demonstrado pelo Mercedes-Benz Future Bus com CityPilot, o ônibus urbano que rodou pela primeira vez de forma autônoma numa rota de aproximadamente 20 quilômetros nas proximidades de Amsterdam, na Holanda. Num trecho da maior linha de BRT (Bus Rapid Transit) da Europa, o inovador veículo anda em velocidades de até 70 km/h, com precisão de centímetros nos pontos de embarque e semáforos. O veículo sai automaticamente, atravessa túneis, freia ante aos obstáculos e pedestres e se comunica com os semáforos. O motorista continua presente e monitora o sistema, mas tem uma tarefa muito mais fácil do que antes. A Daimler Buses é, portanto, a primeira fabricante do mundo a colocar em operação automatizada um ônibus urbano numa situação de tráfego real.
CityPilot para condução autônoma – tecnologia aumenta a segurança, eficiência e conforto
O primeiro passo rumo a uma condução totalmente automatizada com ônibus urbano consiste em linhas BRT com faixas exclusivas. O Mercedes-Benz Future Bus reconhece se a via é adequada para condução autônoma e informa ao motorista, que precisa apenas pressionar um botão para ativar o CityPilot. Uma condição fundamental é que ele não pressione o acelerador e nem o pedal do freio e também não movimente o volante, pois qualquer uma de suas operações se sobrepõe ao CityPilot. Aliás, o motorista tem sempre a responsabilidade sobre a condução e pode assumir o comando a qualquer momento.
O CityPilot compreende sistemas de assistência à condução já conhecidos, como os usados em ônibus Mercedes-Benz, por exemplo, assim como sistemas adicionais que foram trazidos da Daimler Trucks e adequados para uso no trânsito urbano. O equipamento inclui radar de longo e curto alcance, um grande número de câmeras e o sistema de navegação GPS controlado por satélites. A conectividade inteligente das câmeras com sensores é pioneira e permite criar um panorama preciso do entorno do veículo e determinar a posição exata do ônibus.

A bordo do Mercedes-Benz Future Bus com CityPilot
Tomando Amsterdam como exemplo: há semáforos especiais à frente do ônibus. Duas luzes vermelhas lado a lado significam “Pare”, duas luzes brancas, uma acima da outra, significam “Siga”. As luzes brancas se acendem e o ônibus parte suavemente, seguindo sua faixa. Com seu sofisticado sistema de câmeras, o CityPilot reconhece os sinais luminosos. Além disso, o veículo se comunica via Wi-Fi com a infraestrutura da via, recebendo informações sobre o status dos semáforos. Isso significa que o ônibus pode se aproveitar de uma “onda verde” de sinais de semáforos.
Duas pontes, um túnel. O ônibus se mantém em sua faixa com segurança. Após sair de uma área habitada, ele acelera até os 70 km/h permitidos. A velocidade máxima é programada. Mesmo a essa velocidade, o motorista não usa o volante. O ônibus chega ao ponto de parada em modo automático. Ele para, abre e fecha as portas e volta a andar. Luzes vermelhas à frente: o ônibus freia suavemente de forma independente e para com segurança. Enquanto o sinal muda, pedestres continuam a atravessar. O ônibus aguarda, deixa que passem e não volta a andar até que o caminho esteja livre. Para evitar uma colisão, o CityPilot conta com um sistema de frenagem automático que desacelera o veículo quando for necessário.
O Mercedes-Benz Future Bus com CityPilot aumenta significativamente a segurança viária. Graças ao seu estilo de condução antecipatório, ele aumenta a eficiência, exige menos esforço do motor e reduz o consumo de combustível e as emissões. E com seu deslocamento suave, também aumenta o conforto dos passageiros.
Com essa avançada tecnologia, a Daimler Buses está seguindo a trilha de desenvolvimento da Daimler Trucks, que irá levar o Highway Pilot à maturidade para fabricação em série no final da década. A Empresa desenvolverá aspectos específicos do CityPilot para aplicação em série, tais como a chegada e saída nas paradas de ônibus.

Um trabalho sistemático para futuras gerações de ônibus urbanos
Como portador de tecnologia inovadora, o Mercedes-Benz Future Bus com CityPilot irá fornecer à Daimler Buses informações essenciais para o desenvolvimento do ônibus urbano do futuro. Isso irá envolver os sistemas de propulsão sem emissões, o desenvolvimento ainda maior dos sistemas de assistência ao motorista, a automação parcial das funções de direção de acordo com as legislações específicas e a interconectividade entre o ônibus e as infraestruturas viárias, como o BRT.

Ônibus urbano mais atrativo com design revolucionário
O Mercedes-Benz Future Bus é muito mais do que uma simples plataforma tecnológica para a condução autônoma. Para o ônibus urbano do futuro, a equipe da Daimler Buses desenvolveu uma visão específica e atrativa para o transporte público que rompe com muitas convenções. Com cerca de 12 metros de comprimento, este veículo, baseado no best-seller global Citaro, toma caminhos completamente novos em termos de design. Ele chama a atenção, por exemplo, pelo design exterior assimétrico, mais moderno e impactante.
O interior é amplo e iluminado. Com piso baixo, o ônibus é dividido em três áreas. A chamada área de “serviço” fica na frente, junto ao motorista. A área “expressa” fica no meio do veículo, destinada às pessoas que farão pequenos percursos – elas ficam em pé, o que favorece o rápido fluxo de passageiros. Na parte traseira, localiza-se o “lounge”, onde os passageiros passam mais tempo – ali, os smartphones podem ser carregados sem fio.
O cockpit foi totalmente reprojetado. O motorista recebe as informações necessárias num grande mostrador com estilo de apresentação inovador e pode se concentrar totalmente em suas tarefas principais. Um sistema de passagens eletrônico elimina a venda e conferência convencional dos tíquetes pelo motorista. O sistema de passagens é um importante elemento da conectividade do ônibus.

Linhas BRT são vocacionadas para a condução autônoma
Um caminho constante numa faixa exclusiva, horários claramente definidos, procedimentos idênticos nas paradas: os ônibus de transporte público em linhas BRT estão predestinados para a condução autônoma. É por isso que a Daimler Buses enviou seu Mercedes-Benz Future Bus com CityPilot para sua primeira viagem num trecho da linha BRT mais longa da Europa, nas proximidades de Amsterdam. Ela liga o aeroporto de Schiphol, em Amsterdam, com a cidade de Haarlem. A linha de quase 20 quilômetros representa um verdadeiro desafio para o Mercedes-Benz Future Bus: ela tem muitas curvas, passagens por túneis e semáforos. Graças à tecnologia do CityPilot, este ônibus realiza facilmente o trajeto.
Uma das grandes vantagens dos BRTs para os planejadores de cidades e tráfego é que eles são fáceis de implantar, assim como baratos e flexíveis. Estes sistemas diminuem o trânsito, da mesma forma que as emissões de poluentes e ruído, aumentam a velocidade de deslocamento e, assim, melhoram a mobilidade urbana e a qualidade de vida em geral. Por isso, a Daimler Buses sempre foi pioneira no desenvolvimento de soluções a partir desses sistemas.
Segundo especialistas, há atualmente cerca de 180 sistemas BRT em todos os continentes, com uma frota total de aproximadamente 40 mil ônibus, que transportam 30 milhões de passageiros todos os dias.
Novas linhas BRT estão sendo planejadas e projetadas a todo tempo, com assessoria e apoio de especialistas em transporte e trânsito da Daimler Buses em vários países, oferecendo um serviço que é único na indústria. A América do Sul, sobretudo, é tida como uma forte região para o BRT. Suas metrópoles com crescimento rápido estão fazendo muito bom uso destes sistemas.
FONTE: Mercedes-Benz

2016-07-20