FCA e Google mostram nova Chrysler Pacifica autônoma.

FCA e Google mostram nova Chrysler Pacifica autônoma.

Anunciada em maio deste ano, a parceria da Fiat Chrysler Automobiles (FCA) com o Google para o desenvolvimento de tecnologias para carros autônomos acaba de gerar seu primeiro fruto. As empresas revelaram nesta semana as primeiras imagens da versão da minivan Chrysler Pacifica Hybrid preparada para ser utilizada em testes e operações da Waymo (empresa da gigante de tecnologia responsável pelo desenvolvimento de tecnologias de condução autônoma). Para integrar o sistema de condução autônoma, os engenheiros da FCA e da Waymo se reuniram para realizar alterações na parte elétrica, no conjunto mecânico, no chassi e em outros componentes estruturais da minivan. Entre os principais diferenciais, pelo menos na parte estética, há uma protuberância no teto que abriga uma série de sensores, presentes também em outros pontos da carroceria.
“A Pacifica Hybrid será uma grande adição à nossa frota de teste totalmente autônoma. As equipes de desenvolvimento de produto e fabricação da FCA têm sido parceiras ágeis, o que nos permitiu ir de kickoff do programa para a construção completa do veículo em apenas seis meses”, afirmou o CEO da Waymo, John Krafcik. “Estamos ansiosos para continuar o trabalho em equipe ao longo de 2017”, concluiu o executivo.
Para acelerar o processo de desenvolvimento, a FCA e o Google têm parte de suas equipes de engenharia inseridas no mesmo local, numa instalação no sudeste de Michigan (EUA). “À medida que as necessidades de transporte dos consumidores evoluem, colaborações estratégias como esta são vitais para promover uma cultura de inovação, segurança e tecnologia”, disse o CEO da FCA, Sergio Marchionne. “Nossa parceria com a Waymo permite à FCA abordar diretamente as oportunidades e enfrentar desafios da indústria automobilística que rapidamente se aproximam de um futuro onde veículos totalmente autônomos são parte de nosso dia-a-dia”. A expectativa é que os testes com a Chrysler Pacifica sejam iniciados nos primeiros meses de 2017.
Fonte: noticiasautomotivas

2017-01-30